Nov 12, 2005

Mobile Information Systems - MOBIS 2005

Since i will not be abble to go to this conference, would like to know who is going so i could follow your comments by way of reading weblogs, side notes, wikis and/or papers presented in there. The Conference is MOBIS 2005, and going to take place in Leeds, UK, on December 5 and 6:

"The rapid developments in information technology, particularly communication and collaboration technologies, are substantially changing the landscape of organizational computing. Workers in any business area are becoming increasingly mobile. Workers in more and more areas will be required to act flexibly within the constraints of the business processes of the company (or companies) they are currently working for."

Nov 8, 2005

Information behaviours and using information

When reading the comments made by Jack Vinson, a lot of things came to my mind. While commenting on the reflections of Christina Pikas, Jack ends his notes with:

"One of the comments suggests that re-finding can be more frustrating because we know it exists and because it is already part of a larger context of our work. It's just that we don't know how to use our tools to articulate context when we save something and when we look for it later."

Then I recalled a paper by Bruce, H., Jones, W. e Dumais, S. (2004). Information behaviour that keeps found things found (Information Research, 10(1), paper 207) that I’ve used to explain as one of the reasons that made me start blogging, althought the authors didn’t considered it in the study.

I agree it’s not about keeping, it’s about using. But in order to use it we have to know that the resources exist so we develop strategies that will enable us to use that information. Keeping, is just a small part of it as is our use of tools that allow us to extend our capabilities.

When one uses a blog it tends to add meaning for the later use of information, allowing others to relate also with it. For me it’s not so much about keeping, it’s about living clues so when we need to use the information we are able to recall it, when need it.

Oct 16, 2005

Some quick notes on II Encontro de Weblogs

The most fruitfull part of the encontro, where the conversations that took place in the working sessions (sessões de trabalho) and during off time:
  • Exchanging views with Hugo, about uses weblogs as tools to foster colaboration inside and outside organizations, and the resistences we face when trying to implement them
  • Many people in there (women too ;-) but the talking agenda was far from tools and what we can accomplish with blogs, and more centered on media, journalism and restrospective view of «most important blog list»
  • Talking with Manuel J. Matos and finding about this great work that Adelina Moura his doing with her studentes, using weblogs and wikis in her classes of 2º ciclo (10º, 11º e 12º).
  • Portuguese blogosphere seems to reflecte Portuguese (man in power) Society (see some further points for reflection, in portuguese, made in here)
  • In our session (weblogs in organizational context) our sense of community comes not from portuguese bloggers (guess because there are few portuguese people reflecting and sharing about it), but from a worldwide community
  • The physical layouts of our institutions do not foster «conversation feelings» (assimetrical top down layout) thus not helping people to engage the conversation (I'm glad we have blogs ;-)
  • The city as a vibrant university population compare to the total number os residents (guess it should make it a privileged place to enrole in phd :)
  • The results from the encounter will be published (time was given to submitte final conclusions from each session. Will work on that with Hugo and post in B2OB)
  • The next encounter will be hosted by Universidade do Porto
  • José Carlos Abrantes made some good suggestions for the next ecounter and he will be organizing more encounters about weblogs, like the one (that i wasn't abble to go) last thursday on Almedina Library

I am still surprised to have been invited... guess it was because i've suggested the topic when they were asking for ideas in the encounter blog (and/or being one of the few talking in Portugal about blogs as tools that help open windows and engage in other conversations :-)

Going to pick up my kids. Like the rest of the participants, i've received my basket with Queijo da Serra, red wine and honey (see Ricardo's picture of the basket). Time to enjoy it enjoy it over dinner.

Oct 14, 2005

[event] on my way

Today i'll be heading to Covilhã, a beautifull city on the slopes of Portugal highest mountain (Serra da Estrela). The reason?...



The II National Weblogs Event it's starting, joining bloggers from around Portugal.



It's been a long awaited opportunity for growing awareness and working around the subject of weblogs in organizational context. The working sessions are going to take place today, in the afternoon, at UBI (everyone is welcome to join).



I'm thinking of all the people that encouraged me to mantain B2OB, all the conversations that took place, all the people that I met (online and offline) all the questions that keep growing... it's been more than three years since I started reading about weblogs, and more than two since i started experimenting in different contexts and situations.



But now it's time to get on the road... hoping that some friends show up and that finally we get to know the voices behind the windows.



See you :-)

Sep 29, 2005

Encadernar teses

Já mais do que uma vez me fizeram este pedido e penso que seja útil para tantos outros. Enquanto estava na fase final da escrita da dissertação de mestrado, não me ocorreu (talvez por falta de tempo e disponibilidade mental) ir indagando onde mandar encadernar os exemplares da tese. Ou seja, à última hora (no próprio dia em que findava o prazo para entrega ;-), corri para uma dessas lojas que fazem encadernações rápidas... e, infelizmente, pouco resistentes ao manuseamento :-(

Recentemente, em conversa com uma colega, fiquei a conhecer um excelente local em que fazem encadernações com muita qualidade, para além de se estar a valorizar o trabalho de uma cooperativa que apoia o talento e trabalho de pessoas com necessidades especiais.

Ficam os contactos:

Cooperativa Labor Artesanato
Responsável: Sr. Manuel João
Rua Cidade de Moçâmedes (entrada pelo Centro Infantil Olivais Sul)
1800 Lisboa
Telefones: 218533539 / 218536865 / 218532837

Sep 21, 2005

user needs on building presence

I’ve been testing the use of Blogger for Word. The download of the plug-in was smooth (as we are use to with all of google’s goodies). After installing it, I’ve opened the Word application and there it was: a new set of functions on top of my screen (blogger setting, open [previous] post, save as draft, and publish).

So, at this moment, and for the first time as a user of Blogger, I can write a post without being connected (on-line)… of course I did it before but not with the ease that I can have now. With it, a lot of steps that users from other blogging applications did not felt, are cut short and add to the experience of sharing and building presence.

Hope the guys from Google can work also on the (absent) tags for blogger users, cause it’s difficult to find my own post, let alone people who came here visiting… ;-)

Sep 2, 2005

[reader] Information research

Maceviciütè, E. & Wilson, T. D. (2005). Introducing Information Management: An Information Research Reader [August 2005 256pp hardback 1-85604-561-7]: peer-reviewed papers selected from Information Research journal, each of them updated to take into account recent developments [in brackets i've added the links to the original papers, available online, in case you do not have a nearby library who as it and/or you can not afford to buy the updated version of the papers, at least you'll be abble to read a great paper from the same author, about the same subject :-) ]:
  • Information in organizations: directions for IM (original in IRj, here)
  • The development of the IM research area (original in IRj, here)
  • Business information culture: a qualitative study (original in IRj, here)
  • Determining organizational information needs (original in IRj, here)
  • Critical Success Factors and information needs (original in IRj, here)
  • Experiencing information seeking and learning (original in IRj, here)
  • Environmental scanning and organizational learning (original in IRj, here)
  • Scanning the business environment for information (original in IRj, here)
  • Information as a tool for management decision-making (original in IRj, here)
  • Information processing and scorecard models (original in IRj, here)
  • Understanding KM and information management (original in IRj, here)
  • The nonsense of knowledge management (original in IRj, here)
  • Information systems strategy formation (original in IRj, here)
  • IM strategy in healthcare (original in IRj, here)
  • National Information Infrastructure (original in IRj, here)


Tags: ; ; ; ; ; ; ; ; ; ;

Sep 1, 2005

Special days

... should be celebrated everyday, after all blogging is no more distracting than having a corridor conversation, or picking up the phone to ask a friend for help, or going to the bar for coffee and talk.

The big difference between blogging and talking is that blogs make the talks persistent over time, they remind us things that our selective minds tend to forget, but above all, blogs craft open windows that could not have been built if we were not able to extend our beings beyond our immediate geographic contexts... and then it's the beauty of being able to evoke those days when we believe that we can accomplish our dreams and that there is nothing in the world who can stop us from being happy. Lilia, guess i can not thank you enough for such another day, like BlogDay:

"I'm thinking about the power of blogging to open a window in someone's life, to invite strangers, to share, to think, to celebrate and to be sad together..."

Aug 30, 2005

[tools] Pesquisar dentro de livros com o...

...Google Print! Está-se a tornar difícil acompanhar os desenvolvimentos da Google. Depois do recente lançamento do GoogleTalk, agora mais uma ferramenta para pesquisar e procurar informação, dentro de livros.

Aug 27, 2005

unplugged

Alqueva_Albufeira (8)


Holidays are over and it's been a first calm week back at work, good to catch up with all the work that lies ahead.

For the first time (in a long time) my summer readings were devoted to other readings apart from work: Hesse (ainda da felicidade) and Eliade (Bengal nights).

Sometimes i have to remind myself that in order to be productive i must be able to breath, to switch off information gathering and reading, and rest my mind from it all and just look into the clouds in the sky, trying to remember why i enjoyed so much doing that while i was a kid.

Jul 14, 2005

Information needs preceds information systems

The focus of my research as been information needs. But more then the information needs of organizations as an abstract entity to which the individuals belong, i've felt for a long time that the center for the study of information needs should be the individual a concrete entity with organizational information needs, personal information needs and context information needs.

"The process model depicts information management as a continuous cycle of six closely related activities: identification of information needs; information acquisition; information organization and storage; development of information products and services; information distribution; and information use.(...) In the identification of information needs, organization members recognize the volatility of the environment, and seek information about its salient features in order to be able to make sense of the situation, and to have the necessary information to take decisions and solve problems. Information needs are defined by subject-matter requirements as well as situation-determined contingencies - some classes of problems are best handled with the help of certain types of information. Information acquisition is driven by information needs, and must adequately address these needs." [Choo, 1998, Information Management for the Intelligent Organization: The Art of Scanning the Environment, Chapter 2.]

Jul 11, 2005

On choices... And language

(...) The starting of my project will build on the findings of my previous work (master thesis) in what concerns informational transitions.

Informational transitions happen every time an individual crosses environments were he looses the ability to interpret the context around him/her. 

In my previous work I've chosen to research a special group of people were those transitions took a deep effect on their skills of interpreting what's around them: expatriates. This highly skilled workers that have been chosen for their proven skills at their native countries, became temporarily information blind. This occurs because of lack of language skills in their new environment (hosting country) and lots of other things. Like different cultural cues, ineffective network of contacts that do not function on the new environment... and in short, lake of access to the information they had at their home organization and to which they became used to having.

Jul 8, 2005

Desenvolvimento de competências numa organização de I&D

Estabelece-se a distinção entre qualificações e competências, analisando-se em seguida o processo de formação de investigadores numa organização de I&D (Investigação & Desenvolvimento), envolvendo estratégias de qualificação e de desenvolvimento de competências. Refere-se o papel desempenhado neste processo pelo Conselho Científico da organização de I&D, pelos orientadores, e pelas equipas de projecto em que se inserem os investigadores em formação. Sublinha-se a importância, para os investigadores, de factores como a mobilidade e a divulgação dos resultados da investigação, e assinalam-se as diferenças entre processos consoante o contexto organizacional em que ocorrem.

[report] Tecnologias de Cooperação

Para uma ideia mais alargada sobre as diferentes tecnologias que permitem cooperação/colaboração, George Siemens dava conta dos 8 clusters mencionados no relatório produzido por Andrea Saveri, Howard Rheingold e Kathi Vian (2005) Technologies of Cooperation.pdf:
  • self organizing mesh networks
  • community computing grids
  • peer production networks
  • social mobile computing
  • group-forming networks
  • social software
  • social accounting tools
  • knowledge collectives


Partindo de um trabalho anterior (Toward a New Literacy of Cooperation in Business.pdf, 2004) onde haviam sido identificadas 7 dimensões de estratégias cooperativas (structure, rules, resources, thresholds, feedback, memory e identity), apresentam agora essa sistematização num mapa estratégico the tecnologias cooperativas (p. 7) onde se torna fácil visualizar e encontrar exemplos de diversas ferramentas existentes.


Tech_of_cooperation_map
Tech_of_cooperation_map,
originally uploaded by sebpaquet.

Jul 6, 2005

[relato] 1o. Workshop sobre Estudos de Informação e Bibliotecas Digitais

Rescaldo do 1o. Workshop sobre Estudos de Informação e Bibliotecas Digitais, que se realizou ontem na BN.

Quando recebi o convite, juntamente com mais 8 colegas que também já finalizaram o mestrado em EIBD (Estudos de Informação e Bibliotecas Digitais), não esperavam encontrar mais do que 20 pessoas. Afinal era um Workshop.

Estava (redondamente) enganada, avaliando pela lotação do auditório da BN. Segundo a lista que se encontrava disponível estavam inscritas 231 pessoas, de norte a sul de Portugal!

Tinha pensado que a minha apresentação (ou modo slideshow, flickr) iria ser uma «conversa» entre colegas sobre estratégias de investigação e uma forma de estabelecer pontes com os trabalhos de colegas que ainda não conhecia. Possibilidade também de identificar outras pessoas que estivessem a preparar o passo seguinte e, qui ça, aumentar o grupo de apoio TET.

No painel da manhã foram apresentados 4 trabalhos de investigação: a Lurdes Saramago, que falou sobre a preservação de recursos digitais, o Pedro Pereira abordou os aspectos de segurança da informação em bibliotecas e arquivos digitais com uma análise ao caso português, o Leonel Alegria incidiu na gestão do conhecimento com um estudo de caso no departamento de pesquisas e intervenção da administração central e o Paulo Leitão abordou a organização da informação em subject gateways.

A pausa para almoço foi um dos pontos altos e o que torna estes eventos, na minha opinião, enriquecedores. Éramos 12 à volta de uma mesa com conversas informais que se cruzavam. Mistura-se o passado em comum com o prazer da descoberta de novas histórias que cada um viveu, desde a última vez que estivémos juntos. Estabelecem-se pontes com novas pessoas e encontramos respostas a questões que (ainda) não tínhamos colocado... tudo debaixo debaixo do grande chapéu que nos une: os estudos de informação.

No painel da tarde, a Emília Pacheco apresentou a sua investigação sobre bibliotecas híbridas, mais concretamente o acesso ao conteúdo das publicações periódicas científicas portuguesas nas bibliotecas universitárias, a Sandra Pinto apresentou os resultados sobre o papel do bibliotecário na gestão e desenvolvimento de colecções digitais: novos procedimentos, novas competências no ambiente digital, a Helena Patrício que apresentou a análise comparativa da aplicação do modelo relacional e do formalismo RDF à modelação de dados legislativos e, a última sessão, com uma síntese do meu trabalho sobre o papel da informação no ciclo de expatriamento: da mobilidade de quadros à mobilidade da informação.

Depois de cada sessão foi perguntado o que é que a realização do mestrado tinha significado para nós, se tinha mudado alguma coisa. Em todas as respostas houve algo de único, de singular, um cunho próprio, mas em todas as respostas que foram dadas foi unânime: o que mudou foi a forma de olhar para as coisas!

[Nota: procurar mais entradas (indexadas pelo Technorati) com a palavra ]

[falta incluir o debate que se seguiu + fotos]

Jun 23, 2005

[biblio] The evolution of documents and its impacts

Ziming Liu (2004). The evolution of documents and its impacts, Journal of Documentation, 60(2), pp. 279-288:

"This article examines the evolution of documents and its impacts from the following aspects: information density, longevity, uniqueness, duplicability, mobility, connectivity, and integration. It focuses on the consequences of the shift from printed media to digital media. By looking back on their evolution, we are able to see how the notions and functions of documents change over time, and the resulting impacts on individuals, organizations, and society."

Não está em livre acesso :(

May 25, 2005

... encontraram? Posted by Hello


Dentro da mala encontrava-se:

  • 1 COMPAQ Presario Notebook, 1722es (com placa adicional de expansão de memória)
  • 1 Camera fotografica Digital HP (5Mp, com 4 cartões adicionais de memória: 1 de 32M, 2 de 64M e 1 de 128M)
  • 1 placa wireless (US Robotics)
  • 1 mini mouse optico
  • 1 adaptador 4 em 1
  • 1 gravador (cassetes mini)
  • Diverso software em CDs
  • Diversos cabos de ligação (incluindo scart)
  • ... e um livro de Manuel Alegre "Cão como nós"

Coloquei diversas folhas A4 com esta informação junto ao local em que o carro foi assaltado: parqueamento lateral, em espinha, junto ao parque de campismo do INATEL, na Costa da Caparica, paragens de autocarro e em alguns cafés e restaurantes dos arredores...

Depois de terem roubado a mala que se encontrava na bagageira do carro, pararam no parque principal de estacionamento do INATEL e deitaram fora alguns dos papeis que lá estavam dentro, juntamente com um bloco de post-it em forma de mão de cores garridas.

Quem tenha entrado no computador, terá encontrado o primeiro desenho digital da minha filhota, como pano de fundo no desktop: uma menina alegre, com mãos muito grandes, num dia de sol e céu azul. Foi assim esse final de dia até ter voltado para o carro...

May 24, 2005

[evento] MOBIS 2005

Conference on Mobile Information Systems MOBIS 2005:

"Mobility is perhaps the most important market and technological trend within information and communication technology. With the advent of new mobile infrastructures providing higher bandwidth and constant connection to the network from virtually everywhere, the way people use information resources for work and leisure is being radically transformed."

May 21, 2005

Associação de Mulheres investigadoras...

A propósito da nova associação AMONET (Associação Portuguesa de Mulheres Cientistas), dizia o researchcafe.net:

"A razão por que isto acontece é a "grande dúvida", segundo Lígia Amâncio, para quem "há que perceber o que faz com que as raparigas não prossigam a carreira científica". Por outro lado, põe-se a questão da invisibilidade das cientistas que existem, que trabalham e fazem investigação no país. Há uma "participação global elevada das mulheres, a rondar os 40 por cento em todas as instituições, categorias e disciplinas, mas têm uma progressão na carreira demorada, não atingem o topo e não têm visibilidade ao nível da gestão de órgãos"."

Também podia fornecer diversas outras pistas, bem mais ligadas ao quotidiano do país que habito, mas acho que ninguém está interessado...

[evento] 1o. Workshop sobre Estudos de Informação e Bibliotecas Digitais

No próximo dia 5 de Julho vai ter lugar o primeiro Workshop em Estudos de Informação e Bibliotecas Digitais (I WEIBD). Oportunidade para conhecer o que já existe, apresentado pelos próprios autores, e trocar experiências com investigadores interessados nos estudos de informação. Este evento está a ser preparado no âmbito do DCTI / ISCTE [Nota: procurar mais entradas (indexadas pelo Technorati) com ].

Também irei contribuir, apresentado parte das conclusões do trabalho, já defendido (ver Papel da Informação no Ciclo de Expatriamento), sob o tema: "Papel da Informação no Ciclo de Expatriamento: da mobilidade de quadros à (i)mobilidade de informação".

Também lá vão estar? Podíamos até combinar uma pré-sessão... Alguém interessado?...
PS [10/06/2005]: Já está disponível o programa do 1º Workshop EIBD.
PS [23/06/2005]: A Biblioteca Nacional também já tem disponível na sua página mais informações sobre o evento.

May 17, 2005

[frames EU] Carta Europeia do Investigador

Já está disponível a versão portuguesa da Carta Europeia do Investigador de que tinha falado aqui. Mais recursos para mobilidade de investigadores no The Researcher's Mobility Portal.

May 12, 2005

[resources] Cálculo Estatístico

A Filipa encontrou mais um recurso de grande utilidade para quem pretende efectuar cálculos estatísticos. Para além de tuturiais que ajudam a escolher o método de análise mais adequado, disponibilizam também aplicações de software em ambiente web, livros e recursos relacionados, tudo em regime de acesso livre:
"The Interactive Statistical Pages project represents an ongoing effort to develop and disseminate statistical analysis software in the form of web pages. Utilizing HTML forms, CGI and Perl scripts, Java, JavaScript and other browser-based technologies, each web page contains within it (or invokes) all the programming needed to perform a particular computation or analysis.

May 4, 2005

[tese] (re)começos

Ainda não sei como vou (re)organizar este espaço, criado enquanto decorria o meu trabalho para o mestrado em estudos de informação. Processo esse que foi já finalizado.

Para além de ter ido acompanhando os artigos [bibliografia e recursos de GII] que se iam escrevendo [potencial dos weblogs para a gestão individual de informação], fui praticando e descobrindo novas utilizações para esta ferramenta [i.e. utilização no contexto organizacional, nomeadamente em bibliotecas, extensões de espaços de aprendizagem, trabalho em equipas de projecto, recolha e partilha de informação, etc].
Depois da nossa reunião mensal de TETs, achei que estava na altura de (re)começar a trabalhar este espaço. Só que desta vez será para começar a reflectir e a trabalhar os recursos de que irei necessitar para a próxima etápa - doutoramento em estudos de informação.
Altura ideal para começar a pensar nas questões da língua: dado que o weblog, a longo prazo, se vai tornando uma das formas de estabelecer contacto com outras pessoas, que estejam a trabalhar esta área (estudos de informação) e, uma vez que em Portugal somos ainda muito poucos (ou não?!), será que só conseguirei retirar mais potencial do blog passando a escrever em inglês?...

Se tivesse que dividir este blog em fases, diria que numa 1ª fase foi aprender a trabalhar com a ferramenta, explorando potencial através da prática. A 2ª fase correspondeu à utilização do blog como suporte de trabalho para gerir informação. A última, 3ª fase, corresponde a uma nova prática de trabalho, embebida no quotidiano.

Mar 16, 2005

[frames EU] O que é um investigador? Código de conduta para recrutamento

É bom pedir que as pessoas se dediquem ao que fazem com entusiasmo mas ao longo dos anos esse entusiasmo não vai pagando as dívidas. Altura para ler com atenção What is a researcher?:

"Europe must improve its attractiveness to researchers and increase the participation of women researchers. It must provide researchers with long term career prospects by improving their employment and working conditions, reinforcing R&D as a professions and creating more favourable conditions for mobility within a given research career path."

(as passagens a negro foram assinaladas por mim na vaga esperança de que em Portugal se façam ouvir)

Ler a "European Charter for researchers and the Code of Conduct for their recruitment" [.pdf - 186 KB]

Mar 2, 2005

Papel da Informação no Ciclo de Expatriamento

Para quem acompanhou o desenrolar de todo o processo, cá fica o testemunho de mais uma tese em Estudos de Informação:

André, M. (2004). Papel da Informação no Ciclo de Expatriamento. Lisboa: ISCTE [defesa: Lisboa, ISCTE, Auditório Afonso de Barros, 1 de Março de 2005]. Posted by Hello

Resumo: A expansão dos negócios, a nível internacional, tem sido acompanhada de um aumento na deslocação internacional de quadros. Em Portugal, o recurso ao envio de quadros, para a expansão das actividades em novos países, em vários sectores de actividade, também é uma realidade. Aos desafios que esses quadros enfrentam, nomeadamente as diferenças culturais existentes nos países para onde se deslocam e, muitas vezes, a falta de domínio da língua local, que os impedem de compreender e interpretar o que os rodeia, acrescem necessidades de informação diferentes das que ocorrem no país de origem, tanto no que diz respeito ao contexto profissional como na vivência familiar.

Este estudo teve como objectivo identificar e compreender o papel da informação no destacamento internacional de quadros que acompanha a internacionalização das empresas e, por via disso, contribuir para encontrar linhas orientadoras que ajudem a definir políticas de Gestão de Informação, nas respectivas organizações.

O estudo desenvolveu-se seguindo uma abordagem metodológica de Estudo de Caso de um grupo económico do sector financeiro português, com diversas operações a nível internacional. Os dados foram recolhidos através de questionários, entrevistas e contactos in loco a expatriados da organização, em três países diferentes.

Este estudo permitiu compreender que as necessidades de informação dos expatriados têm dois momentos que podem ser considerados críticos e que correspondem à transição dos espaços informacionais (chegada ao país de destino e o regresso ao local de origem). Apresenta-se uma proposta de modelo que visa a incorporação da informação sobre expatriados no sistema organizacional ao longo das diversas fases do ciclo de expatriamento, com recurso à própria experiência dos expatriados.


Palavras-chave / tags: Expatriados, Ciclo de Expatriamento, Sector Financeiro, Internacionalização, Estudo de Caso, Necessidades de Informação, Gestão de Informação. ; ; ; ; ; ;

[ilustração de «Três momentos da Tese [... mais 1]»: início, meses seguintes, o que se entrega... e o que se pensa]

Feb 19, 2005

Chegou a minha vez...

Há cerca de um ano atrás, escrevi que a tese é o «tempo» que nos testa a resistência mas também a persistência. Diria mesmo, que alguma dose de casmurrice, também é benéfica ;-)

Tenho menos de 10 dias para ser finalmente confrontada com a etapa final: a defesa da tese. Olho agora para o manuscrito que entreguei o ano passado e que entretanto ganhou vida própria. Leio-me... Angústia de uma etapa que se encerrou em papel mas não na elaboração e no questionar. O próprio nome do acto me assusta: «defesa» sempre me soou a tribunal, para além disso, se há um arguente serei eu a arguida, o que me reforça a noção de ir a julgamento.

Ok, estou nervosa (muito)! Em frente... Tenho agora que preparar uma apresentação de 20 minutos. O que quer dizer que é necessário ser sintética, falar do essencial, cronometrar cada palavra, e depois antecipar questões, para além de todas as antecipadas nos últimos tempos... Alguma que queiram partilhar?

Feb 7, 2005

Rede para investigadores Europeus nos EUA

Talvez uma das ferramentas a integrar na ERA-Link, por forma a que os investigadores se mantenham ao corrente sobre as políticas de desenvolvimento, cooperação e oportunidades de carreira na UE, passe pela monitorização (ou pela criação de condições de criação) de Blogs de investigadores, uma vez que a forma preferencial, segundo o inquérito, passa pelo networking com colegas e amigos, dando origem ao que já existe entre pessoas que mantêm blogs: possibilidade de manterem contacto idependentemente da sua localização geográfica.

A survey of potential users of European Researchers Abroad Link (ERA-Link), a communication tool for European researchers in the US.:
“Networking with Colleagues and Friends” is the most common method (28%) of accessing information on research opportunities and vacancies followed by the use of “Research Journals and Publications” (20%), “University and Research Institution Websites” (18%) and “Internet Search Engines” such as Google (15%). (p.6)

Jan 18, 2005

[evento] Pensar a Sociedade da Informação II

O Ciclo de Conferêcias "Pensar a Sociedade da Informação", vai continuar na próxima semana, quinta-feira, 27 de Janeiro, às 17:30, na Reitoria da Universidade Nova de Lisboa, com “Building Deliberative Democracy: New Ways to Consult the Public” por James S. Fishkin [ver entradas sobre conferência anterior aqui e aqui].

Jan 17, 2005

[relatos evento] Pensar a Sociedade da Informação

Como ainda não tive tempo para aqui colocar as minhas observações sobre a 1ª sessão do Ciclo de Conferências subordinada ao tema "Pensar a Sociedade da Informação", da APDSI, deixo aqui ficar as observações de duas das pessoas que por lá estiveram (Towards the Information Society: Whatever happened to communication? - passada 5ª feira, no auditorio da Reitoria da Universidade Nova de Lisboa).
O olhar do Frederico, a quem marcaram as questões que se prendem com o sistema educacional e da sociedade em que nos inserimos e o olhar da Isabel Gorjão, que também por lá esteve, dedicando a sua habitual entrada no Suplemento de Computadores (Jornal Público) à intervenção de Cees Hamelink.


Jan 5, 2005

[evento] Pensar a Sociedade da Informação

Vai começar na próxima semana um ciclo de conferências, organizado pela APDSI (gratuitas, mas com necessidade de registo), subordinadas ao tema Pensar a Sociedade de Informação:

"O que é a Sociedade da Informação hoje, o que será no futuro, que alterações trouxe e trará às nossas vidas, que caminhos estão por percorrer, que influências podemos esperar?"

A primeira sessão tem lugar na próxima quinta-feira, 13 de Janeiro, às 17:00 horas, na Reitoria da Universidade Nova de Lisboa (ver mapa):