Mar 21, 2012

fronteiras nos espaços de transição

"Toda a mobilidade reverencia uma mesma ordem, para onde convergem (porque nela vivem) os desequilíbrios, as desigualdades, a suposta desordem, a insalubridade, a pobreza. (...) A fronteira é o sinal da mobilidade. A fronteira, zona de contacto, é o espaço da instabilidade, do desassossego, do que se acostumou chamar de crise, de transição." in:
 

No comments:

Post a Comment